Programa de Aceleração da Techmall recebe projetos até 31 de julho

0

O Programa de Aceleração T380 surge como a melhor opção para startups a procura de aceleração real e investimento para escalar vendas de produtos inovadores no mercado. O Programa tem como objetivo principal desenvolver startups mundiais com potencial de alto impacto que estejam em fase de vendas, acelera-las para transformar o potencial em escala ao conectá-las ao mercado e à investidores. A aceleradora Techmall, responsável pela aceleração, alia métodos de desenvolvimento com conexões, conhecimento e visibilidade para o mercado sem esquecer do bem-estar dos empreendedores. A Techmall é a maior aceleradora de Minas Gerais e tem uma metodologia única baseada nas melhores práticas mundiais de aceleração de empresas nascentes de base tecnológica e reúne o conhecimento e experiência nacional e internacional do time executivo do Techmall.

O Programa T380 é uma parceria entre a aceleradora Techmall e o Instituto A-380, dirigido e criado por protagonistas relevantes do ecossistema de inovação mineiro como o Andreas Flugser, CEO da Techmall, Marcos Ferraz, investidor-anjo, Priscila Spadinger, sócia da Andrade Silva Advogados, e Fabiano Zica, investidor-anjo e advogado. A união para criação do Instituto tem o objetivo de fomentar negócios de grande potencial e criar ferramentas para investidores que tenham interesse em fazer investimentos de médio e alto risco.

O Programa T380 acontecerá em cinco etapas eliminatórias e uma etapa de pós aceleração. Conheça as fases:

SELEÇÃO – Etapa 1: Consiste de inscrições e consequente seleção de até 25 (vinte e cinco) startups com potencial de alto impacto.

CHECK-UP – Etapa 2: Serão 15 (quinze) dias de alinhamento com as startups selecionadas do processo e da rotina de aceleração, com imersão nos modelos de negócios, treinamentos, criação do acordo de metas de aceleração e uma banca de avaliação do planejamento com investidores do programa.

TAKE-OFF – Etapa 3: Consiste na primeira fase de aceleração com foco na validação de hipóteses críticas do modelo de negócios, além disso, com conexões, mentorias com especialistas, treinamentos e bancas de avaliação com investidores do programa, terá duração de 3 (três) meses.

REFUELLING – Etapa 4: Com duração de 2 (dois) meses, na qual as startups passarão por diversas rodadas de negociação com investidores do programa com acompanhamento do T380, as que forem selecionadas para investimento, serão as que continuarão no programa na Etapa 5.

SPEED-UP – Etapa 5: O foco será na escalabilidade do negócio, ou seja, em suas estratégias e expansão de vendas, em seu posicionamento no mercado, em gestão de processos críticos, crescimento de equipe e planejamento financeiro, a etapa terá duração de 3 meses.

SUPERSONIC – Etapa pós aceleração: As startups negociarão outra rodada de investimento com os investidores da rede do programa a fim de ganharem mais mercado e consolidarem sua expansão sustentável, o T380 acompanhará indicadores das startups com investimento durante 6 (seis) meses nessa etapa.


Os aprovados terão vários benefícios inclusos nos programa como disponibilização de escritório compartilhado e espaço para a realização de reuniões e eventos, execução de metodologia de formação empreendedora e de aceleração de negócios, mentorias com especialistas e checkpoints de acompanhamento das metas semanais ou mensais a depender da fase do T380, dentre outros.

Os projetos deverão ser cadastrados e submetidos até o dia 31 de julho 2018 obrigatoriamente, por meio de formulário eletrônico de inscrição com link disponíveis no endereço:   https://gust.com/programs/aceleracao-t380. As startups interessadas devem conferir todas as informações no edital encontrado no endereço: https://goo.gl/1Y1B3Z

 

Fonte: Anprotec

Compartilhe.

Deixe Uma Resposta