Inscrições abertas para o programa JumpStart realizado no BIOTIC

0

O fomento ao empreendedorismo e o estímulo à inovação em tecnologia e negócios são grandes forças na indução do desenvolvimento econômico de uma região, e a abordagem por meio da implantação de Parques Tecnológicos facilita a construção desses ambientes de inovação.

 O desafio de formar empreendedores capazes de liderar a formação de empresas de base tecnológica representa um elo importante no arranjo desses ambientes. Motivo pelo qual a qualificação e o nível de preparação dos empreendedores para receber investimentos continua sendo uma grande preocupação.

 É notório que um empreendimento não se consolida apenas pela força e criatividade de sua ideia. Não basta empreender, é preciso experiência, conhecimento e orientação, tão importantes quanto o capital para começar um novo negócio.

 É com esta motivação que este Instituto Brasília de Tecnologia e Inovação criou o JUMP START, com o objetivo de maior qualificação dos empreendedores de startups.

 Trata-se de um programa intensivo de empreendedorismo de 3 dias, direcionado a empreendedores, estudantes e pequenos empresários, que proverá 50 participantes, qualificados por meio de um processo de seleção, um intenso treinamento empreendedor, com o intuito de incentivá-los e capacitá-los a lançarem suas startups com efetiva possibilidade de sucesso.

 O JUMP START aplicará o programa no SEBRAELab, localizado no BIOTIC, nos dias 19, 20 e 21 de outubro de 2018.

Oportunidade

 O mercado de startups no mundo tem crescido exponencialmente, e o Brasil acompanha esse crescimento com vigor. Os investimentos em startups brasileiras têm crescido 18% ao ano, fazendo com que este segmento movimente dois bilhões de reais anualmente. A Associação Brasileira de Startups tem como meta que esse número, que hoje representa apenas 0,03% do PIB alcance, em 2035, 5% do Produto Interno Bruto brasileiro. Para crescer ainda mais, a ponto de atingir essa meta, são necessárias, além de melhorias no ambiente regulatório, investimentos sérios na educação empreendedora no país.

 O JUMP START objetiva uma melhor qualificação empreendedora de nossos futuros empresários para empreender, oferecendo a eles ensinamentos e técnicas de planejamento e gestão fundamentias para colocar suas ideias em prática.

 A mídia em todo o mundo já está consciente da sua importância no incremento à atividade das startups, por esta atividade trazer benefícios em grande escala, como o incentivo precoce ao empreendedorismo, a formação de jovens empresários, o fato de tratar-se de uma matriz econômica limpa, entre outros. É um tema que tem conquistado cada vez mais espaço em todas as mídias.

Público Alvo

 Trata-se de um programa de educação para o empreendedorismo destinado a estudantes universitários com ênfase em “aprender fazendo”. É um grande impulso à formação de novas empresas de base tecnológica, por meio da capacitação empreendedora para os estudantes e suas comunidades universitárias.

 O conceito é uma imersão de 3 dias no mundo dos negócios, com as técnicas de gestão e as visões mais atuais do mercado mundial.

Como participar?

 A seleção dos participantes será feita a partir de ampla divulgação em Universidades e Faculdades, redes sociais e inserções na mídia local. Os candidatos devem inscrever-se no website do IBTI, fornecendo informações que servirão como guia à seleção dos perfis mias indicados a estar entre os selecionados.

 Entre essas informações, serão avaliadas as principais habilidades, experiências anteriores em startups, web design, elaboração de plano de negócios, programação etc.

 As inscrições serão gratuitas.

Quando e onde?

 O JUMP START será realizado no SEBRAELab, localizado no edifício sede do BIOTIC S.A., nos dias 19, 20 e 21 de outubro de 2018

 Relevância do Programa

 A Associação Brasileira de Startups já conta em sua base de dados com cerca de 4.000 startups associadas (estima-se que o número total dessas empresas já esteja ultrapassando os 10 mil), e mais de 20.000 empreendedores de todos os estados brasileiros, que participam de projetos e eventos focados em aumentar a competitividade globalmente.

 Podemos afirmar que o mercado de startups está fortemente conectado ao futuro da economia mundial: empresas inovadoras, que buscam modelos de negócios escaláveis e repetíveis, sem nunca abrir mão do modelo de economia limpa, cada vez mais importante.

 Além disso, a escolha do local em que o evento será sediado também foi estratégica. Com ela, pretende-se também contribuir para o desenvolvimento do Parque Tecnológico de Brasília, o BIOTIC, oferecendo condições para que a sociedade do Distrito Federal se aproprie e se engaje nessa iniciativa, tão fundamental para o crescimento econômico da região.

 

Fonte: Anprotec

Compartilhe.

Deixe Uma Resposta